O Mundo precisa de Crianças livres

O Mundo precisa de Crianças livres!

Livres para SER!

Sem expetativas de quem quer que seja!

Livres de currículos, horários, atividades estruturadas, regras cegas e sem sentido, gritos, castigos, recompensas, drogas, manipulações, …

O Mundo está, atualmente, estruturado para não ver, sentir, ouvir, ser incomodado pela presença das Crianças. Queremos fazer delas alguém que um dia sirva os nossos interesses, alguém que obedeça cegamente aos nossos comandos, alguém que, inclusive, gere lucros. Até quando? Pergunto Eu!!!! Até quando?

“Os Pais são os culpados!” “A escola é a culpada!” “Os Professores são os culpados!” “A culpa é dos programas, pois são extensos demais!” “O sistema é o culpado!” “Deus é o culpado!” “Adormeçam-nos com ritalina!” “Eles não param um instante!” “Eles não nos obedecem!”

ATÉ QUANDO???????

O Mundo precisa de adultos curados, saudáveis, conectados com a Sua essência!

As Crianças são SERES ÍNTEGROS, DIVINOS, SAGRADOS! Respeitemo-las como tal!

Programas? Currículos? Horários? Atividades? Obediência?

Estamos a formar robôs ou Seres divinos?

Olhemos para dentro de nós e percebamos os resultados deste sistema cego, surdo e mudo!

O que lucraria o Mundo se tivéssemos sido amados, respeitados, nutridos exatamente como somos e pelo que somos?

Como estaríamos Nós hoje se não tivéssemos sofrido todo o tipo de abusos à nossa individualidade e integridade?

Como estariam as nossas relações? Especialmente a que mantemos connosco mesmos…

O primeiro passo, sinto Eu, é o de pararmos de projetar tudo fora, para todo um sistema/governo… É o tal regresso a Casa! Quando regressamos a Casa, tornamo-nos livres. É inevitável que tal aconteça! Quantos mais despertarmos essa liberdade interna que é nossa por direito divino, mais liberdade daremos às nossas Crianças para SER, simplesmente SER.

Necessitamos, porém, de reconhecer que nos tornámos máquinas, autênticos robôs. Necessitamos de MORRER. Morrer para renascer.

Depois desta morte de todas as ilusões que fomos colecionando, renascemos. SOMOS, finalmente!

Se não for por Ti, fá-lo pelas Crianças da Tua Vida. Foi exatamente esse o motivo que me levou a morrer… E nunca fui tão feliz! Nunca fui tão Eu. Por isso sou tão grata à minha Filha. Foi Ela quem me fez mergulhar, morrer e renascer! E é tão bom viver!!!!!!

E assim, Um a Um, vamos plasmando uma nova sociedade, um novo sistema muito mais alinhado com a essência.

A mudanças já se iniciou. Não temos como fugir a Ela. Rendes-Te ou continuarás a sentir essa dor arrebatadora no peito?

A escolha é Tua…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *